Mulher morre após ser estuprada e sofrer violência brutal em SP; namorado é suspeito

 Uma professora aposentada de 48 anos morreu após ser estuprada e sofrer violências brutais em São Vicente, no litoral de São Paulo, na última segunda-feira (15). O falecimento de Cleonice Antônio Santos é investigado pela polícia.

De acordo com informações do g1, a vítima foi empalada com um cabo de vassoura, que perfurou seu cólon sigmoide. O laudo pericial do Instituto Médico Legal (IML) apontou que a causa da morte foi "choque séptico", em decorrência da perfuração.

Cleonice morreu no Hospital Municipal de São Vicente. À família, a equipe médica responsável pelo caso informou que encontrou cerca de cinco litros de pus na perfuração.

Em contato com o g1, a família da vítima informou que o namorado de Cleonice é o principal suspeito pelo crime e teria desaparecido após a morte. Ele, inclusive, foi o responsável por levá-la ao hospital.

Filha relata contato com suspeito

A filha da mulher informou, em boletim de ocorrência registrado no 1º DP de São Vicente, que o namorado afirmou que socorreu a vítima após ela "se sentir mal".

Apesar das informações passadas pela família, o caso é tratado pela Polícia Civil como "morte suspeita" e está sendo investigado. O namorado de Cleonice ainda não foi localizado.

POR  YAHOO NOTÍCIAS

Mulher morreu após violências extremas - Foto: Arquivo Pessoal


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FAMÍLIA DE ITACARAMBI RECONHECE O CORPO ENCONTRADO NO RIO SÃO FRANCISCO EM JAÍBA NO NORTE DE MINAS

Dois homicídios na mesma noite agita a cidade de Itacarambi-MG.