SES-MG libera R$ 7,6 milhões para enfrentamento ao coronavírus em 86 municípios e 23 hospitais do Norte de Minas

Os 86 municípios que integram a região ampliada de saúde do Norte de Minas e 23 hospitais sediados em 18 municípios estão sendo contemplados com o aporte de recursos superiores a R$ 7,6 milhões destinados a ações de enfrentamento ao coronavírus – Covid-19. O repasse do recurso está definido na Deliberação 3.138 da Comissão Intergestores Bipartite do Sistema Único de Saúde – CIB-SUS/MG e na Resolução 7.070 da Secretaria de Estado de Minas Gerais – (SES-MG). Os municípios contemplados integram as áreas de atuação das Regionais de Saúde de Montes Claros, Januária e Pirapora."Estamos enviando um grande aporte financeiro para auxiliar aos municípios e hospitais de todo o estado. Nesse contexto, estamos ampliando o custeio do Pro-Hosp para 100% do valor mensal para os hospitais âncoras no atendimento das vítimas do covid-19. Também haverá um aporte de R$ 32 milhões para a atenção primária, com o objetivo de auxiliar os municípios na prestação de serviços", disse durante entrevista concedida nesta quinta-feira, em Belo Horizonte, o Secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral.

O critério para a liberação de recursos para os municípios levou em conta a população residente em cada localidade. Os recursos são destinados ao custeio das ações de saúde relacionadas ao enfrentamento ao coronavírus, preferencialmente na aquisição de insumos e equipamentos de proteção individual para profissionais de saúde. O recurso também poderá ser aplicado na ampliação de leitos clínicos ou de internação em hospitais de campanha, em função da necessidade de isolamento de pacientes e do aumento crescente da demanda de internações por síndrome respiratória aguda grave. Para todo o Estado, o valor repassado pela SES-MG é superior a R$ 61 milhões.

Do total de recursos liberados mais de R$ 4,8 milhões estão sendo destinados aos municípios que integram a região ampliada de saúde do Norte de Minas. Entre os que receberão maior aporte financeiro em virtude de terem maior número de habitantes estão: Montes Claros (R$ 1 milhão 169 mil); Janaúba (R$ 205,9 mil); Januária (R$ 195,4 mil); Pirapora (R$ 162,4 mil); São Francisco (R$ 162,2 mil); Bocaiúva (R$ 144,3 mil); Salinas (R$ 119,4 mil); Várzea da Palma (R$ 113,1 mil); Jaíba (R$ 110,9 mil); Porteirinha (R$ 109,6 mil); Taiobeiras (97,8 mil); Brasília de Minas (R$ 93,2 mil) e Espinosa (R$ 91,3 mil).

HOSPITAIS

Para custeio de ações de saúde relacionadas ao enfrentamento ao coronavírus – Covid-19, a SES-MG também liberou R$ 71 milhões para 141 hospitais de todas as regiões do Estado que tem condições de disponibilizar leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), bem como para instituições que informaram ter potencial para abertura de novos leitos para atendimento exclusivo de pacientes diagnosticados com COVID-19.

27-03 HUCF MONTES CLAROS
27-03 HUCF MONTES CLAROS

Com base nesse levantamento a SES-MG está repassando mais de R$ 2 milhões 842 mil para hospitais sediados em: Brasília de Minas; Bocaiúva; Coração de Jesus; Francisco Sá; Janaúba; Januária; Itacarambi; Manga; Montalvânia; Monte Azul; Montes Claros; Pirapora; Salinas; São Francisco; São João da Ponte; São Romão; Taiobeiras e Urucuia.

A Superintendente da Regional de Saúde de Montes Claros, Dhyeime Thauanne Pereira Marques, ressalta a importância do apoio que a SES-MG está destinando aos serviços de saúde do Norte de Minas, contemplando tanto os municípios como os hospitais. "Para enfrentamento ao coronavírus os serviços de atenção primária dos municípios têm um importante trabalho a desempenhar, no sentido de identificar os pacientes com potencial de terem contraído o coronavírus e, com isso, tomar providências para evitar a disseminação da Covid-19. Já os hospitais, com o aporte financeiro destinado pela SES-MG, terão melhores condições para atender os pacientes em situação grave de saúde e que venham a necessitar de internações", concluiu a superintendente.

Por Pedro Ricardo

Comentários