Pular para o conteúdo principal

RADIO PORTAL DE ITACARAMBI

Filho do vereador confessa atentado contra promotor

Tatiana Moraes - Hoje em Dia

Reprodução
Filho de vereador confessa atentado contra promotor
Promotor Marcus Vinícius levou quatro tiros. Seu carro ficou cravejado de balas
O principal suspeito da tentativa de assassinato do promotor de Justiça Marcus Vinícius Ribeiro, Juliano Aparecido de Oliveira (22), confessou o crime neste domingo (22), segundo a Polícia Civil. O atentado, que aconteceu na noite de sábado em Monte Carmelo, no Alto Paranaíba, teria motivações políticas. Juliano é filho do ex-vereador e ex-presidente da Câmara Valdelei José de Oliveira, que teve o mandado cassado em 2014 a partir de investigações do promotor. O caso acontece 13 anos após o assassinato do promotor de Justiça Francisco Lins do Rêgo, em Belo Horizonte. Ele investigava a máfia dos combustíveis que agia no Estado.
Uma força-tarefa composta pelo procurador-geral de Justiça de Minas, Carlos André Mariani Bittencourt, pelo presidente da Associação Mineira do Ministério Público (AMMP), Nedens Ulisses, pelo chefe da Promotoria de Combate ao Crime Organizado e pelo chefe do Departamento de Investigações e Crimes Contra o Patrimônio (DICCP), Ramon Sandoli, está em Monte Carmelo para acompanhar o caso.
De acordo com o delegado responsável pela investigação, Wilton José Fernandes, o promotor teve o carro atingido por pelo menos 12 tiros. Um homem que pilotava uma moto teria feito os disparos. Quatro balas acertaram Ribeiro, três nas costas e uma no braço. A arma, uma pistola 380, foi encontrada em um matagal nos arredores da cidade. O local foi indicado pelo suspeito, que inocentou o pai, o ex-vereador, de ser o mandante do crime.
Mesmo se o suspeito não tivesse confessado, o delegado afirma que as provas contra a dupla são robustas. “Encontramos indícios de pólvora na mão de Juliano e na moto. Além disso, testemunhas o viram de campana perto do Fórum. Temos, também, as câmeras de segurança da região. Já Valdelei tinha a motivação”. Até o fechamento desta edição, ambos esperavam vaga em penitenciária para transferência.
O promotor foi encaminhado ao Hospital Santa Clara, em Uberlândia, onde passou por cirurgia e está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Segundo o diretor da unidade, Cláudio Rezende, o quadro inspira cuidados, porém é estável. Outras informações sobre a saúde do promotor serão divulgadas às 15h de hoje.
O presidente da Associação do Ministério Público esteve com o promotor por volta das 17h, pouco depois de Ribeiro ter acordado. “Ele está lúcido e consciente. O risco é mínimo”, afirma. Segundo Nedens, a segurança dos promotores, que é realizada pela Procuradoria Geral de Justiça (PGJ), deve ser incrementada após esse caso.


Comentários

NOTÍCIAS EM DESTAQUE DA SEMANA

ÍNDICE DE SUICÍDIO DEIXA POPULAÇÃO DE ITACARAMBI ASSUSTADA.

Bebê encontrado em banheiro de hospital em Janaúba morreu afogado em vaso sanitário, aponta inquérito da Polícia Civil

O CÉU DE ITACARAMBI FICA BONITO COM REVOADAS DE POMBOS-CORREIOS.

Programa ACESSUAS TRABALHO de Itacarambi se destaca na comunidade e começa a mostrar frutos e criar rede de parcerias!