Adolescentes matam garoto com enxada e transportam corpo em carroça para enterrar em matagal, diz Polícia Civil


Thiago Pereira de Jesus estava desaparecido desde o dia 31 de dezembro — Foto: Divulgação
O corpo de um adolescente de 15 anos foi encontrado enterrado em um matagal em Janaúba, no Norte de Minas, nessa quinta-feira (23). Thiago Pereira de Jesus estava desaparecido desde o dia 31 de dezembro após receber uma ligação e sair de casa em uma bicicleta.
As investigações apontaram que a vítima foi agredida até a morte com o cabo de uma enxada e o lado sem corte da ferramenta. Três adolescentes, de 15 e 17 anos, participaram do crime e foram detidos.
“A vítima foi atraída para uma casa, no Bairro Boa Vista, pela namorada de um dos envolvidos para fazer uso de droga. Os dois adolescentes estavam escondidos no banheiro e renderam a vítima dentro do imóvel”, disse a delegada Glenia Balieira Torres Aquino.
Ela explica que o menor foi levado para o quintal da residência onde foi assassinado pelos dois jovens. Em seguida, eles deixaram o local e com ajuda do outro adolescente, abriram uma cova em um matagal para enterrar o corpo. O crime foi por volta das 14h e os adolescentes esperaram anoitecer.
“O corpo foi enrolado em um lençol e transportado em uma carroça até o matagal. Eles colocaram na cova, atearam fogo e depois jogaram a terra por cima”.
Os três adolescentes detidos, nessa quinta-feira (23), confessaram que o crime foi planejado por vários dias após um desentendimento com a vítima.
“Os autores contaram que a vítima teria feito uma fofoca e houve um desentendimento quando eles foram tirar satisfação. Os menores levaram os policiais no matagal e na casa onde ocorreu o assassinato”, fala a delegada.
A bicicleta e os chinelos do rapaz foram encontrados no quintal do imóvel. O corpo estava em estado de decomposição, já passou por perícia e foi liberado para os familiares.
Segundo a Polícia Civil, a mulher que atraiu a vítima para o local do crime ainda não foi localizada e está sendo apurada a participação dela no assassinato. O inquérito que investiga o caso deve ser concluído na próxima semana.
G1 GRANDE MINAS

Comentários