Prefeitura de Montes Claros contrata 193 profissionais para hospitais de campanha; veja como se inscrever


Um dos hospitais funcionará no Alpheu de Quadros — Foto: Prefeitura / Fábio Marçal
A Prefeitura de Montes Claros (MG) está com processo seletivo aberto para contratar 193 profissionais para os dois hospitais de campanha do município, destinados a atender pacientes da Covid-19.
Os contratos terão duração de três meses e poderão ser prorrogados. As inscrições estão abertas de 19 a 21 de maio, pela internet. Não é preciso pagar nenhuma taxa. O resulto está previsto para sair em 1º de junho. Das 193 vagas, 19 são destinadas a candidatos com deficiência. Edital está na página 4 do Diário Oficial, acesse aqui.
A seleção será feita por meio da análise de currículo e escolaridade, por isso, a Prefeitura destaca a necessidade dos candidatos comprovarem experiência na área pretendida. A carga horária e os salários também estão disponíveis no edital.
Veja distribuição das vagas: Médico especialista (56), enfermeiro (20), fisioterapeuta (10), assistente social (2), farmacêutico/bioquímico (4), nutricionista (3), técnico em enfermagem (44), técnico em radiologia (6), assistente de comunicação (6), assistente administrativo (2), servente de zeladoria (20), ajudante de serviços gerais (8), motorista carteira “D” (4) e vigia (8).
Sobre os hospitais
No dia 23 de abril, o prefeito Humberto Souto anunciou a criação de dois hospitais de campanha na maior cidade do Norte de Minas Gerais. Em um vídeo postado em uma rede social, o chefe do Executivo explicou que esse tipo de unidade de saúde tem como objetivo desafogar os hospitais existentes no município caso haja um surto de coronavírus.
"Autorizamos aproveitar a UPA Chiquinho Guimarães, que o prédio está pronto. Vamos fazer ali um hospital com 60 leitos de baixa complexidade, está tudo orçamentado e em ponto de andar", disse.
O prefeito completou afirmando que o segundo hospital de campanha vai funcionar no terceiro andar do hospital Alpheu de Quadros e terá 40 leitos. Ele destacou que a grande vantagem é a estrutura paralela que já está disponível no local.(G1 GRANDE MINAS)


Comentários