AMAMS PROPÕE IMPULSIONAR AGRICULTURA DO NORTE DE MINAS DEPOIS DA PANDEMIA CORONAVIRUS

 

A Associação dos Municipios da Área Mineira da Sudene discute nessa terça-feira, dia 29 de setembro,  como fomentar a atividade agrícola no Norte de Minas, depois da Pandemia Coronavirus, durante a etapa regional do projeto “Desenvolve Minas Gerais”. O evento será às 9 horas pelo sistema remoto. A AMAMS solicitou à Emater e ao Banco do Nordeste que apresentassem proposta para aquecer a economia dos municípios em 2021. Por isso, a Emater apresentará o projeto de inovação tecnológica, para atender as 123 mil famílias da agricultura familiar e mais de 200 mil produtores rurais da região, totalizando mais de 1 milhão de pessoas na atividade rural.

               A etapa regional do Desenvolve Minas é promovido pela Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (AMAMS)m Associação Mineira dos Municípios, Governo de Minas, SEBRAE,  Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCEMG), Tribunal de Contas da União (TCU), Confederação Nacional de Municípios (CNM), Associação Mineira de Rádio e Televisão (Amirt),  Emater e Conselho Regional de Engenharia. O presidente da AMAMS, Lara Batista Cordeiro, prefeito de Ibiai, salienta que dos 86 municípios do Norte de Minas, 80 dependem da atividade rural e por isso, a prioridade nessa área.

               O superintendente da Emater no Norte de Minas, José Arcanjo Marques concorda com a prioridade para o homem do campo e observa que a agricultura regional está ficando em alguns pontos: tem a relevância na pecuária de corte e leite; a agricultura familiar com 112 mil famílias participando e depois, o agronegócio com sua pujancia, com destaque para a fruticultura. Ele lembra que são mais de 50% da população do Norte de Minas inserida nessa atividade, pois são mais de 1 milhão de pessoa, quando a população regional é de 1,9 milhoes.

                O projeto  “AMM nos Municípios – Encontro Online nas Microrregionais”, reunirá gestores e servidores públicos  O  Desenvolve Minas Gerais é fruto de convênio celebrado entre a AMM e o Sebrae Minas durante o Delta Fórum – Encontro de Desenvolvimento Econômico para Lideranças e Territórios, que aconteceu em Belo Horizonte, em dezembro do ano passado. O principal objetivo do projeto, que tem o apoio do Governo de Minas, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, é criar estratégias para o desenvolvimento local com a mobilização do poder público, iniciativa privada e o terceiro setor, possibilitando condições favoráveis de sobrevivência dos pequenos negócios, que são fonte de trabalho e renda para milhões de pessoas em todos os 853 municípios do Estado.




Comentários