Homens são presos em flagrante durante assalto a correspondente bancário; um deles atirou na PM e foi baleado na perna

 

Dois homens foram presos em flagrante durante um assalto a um correspondente bancário em Porteirinha, no Norte de Minas, na manhã desta quinta-feira (1). Um deles atirou na PM e foi baleado na perna; nenhum militar se feriu. O correspondente bancário fica nos fundos de uma papelaria.

Segundo a Polícia Militar, os criminosos entraram no local por volta de 8h e renderam o dono e a funcionária do caixa da papelaria. Em seguida, eles foram levados para os fundos do estabelecimento, onde mais dois funcionários do correspondente bancário foram abordados e os bandidos exigiram que repassassem o dinheiro do caixa.

“Um deles estava com a arma em punho e ameaçou as vítimas. O outro permaneceu com a mão dentro da calça simulando estar armado”, disse o sargento Cláudio Araújo Pereira.

O sargento explicou que durante a ação um funcionário se escondeu em um cômodo do comércio e conseguiu acionar a PM. Uma viatura estava nas proximidades e chegou ao local rapidamente.

“Os militares depararam com os assaltantes nos fundos do estabelecimento e pediram que jogassem a arma no chão, mas um deles atirou e os policiais revidaram”.

Ainda segundo o militar, a troca de tiros terminou do lado de fora da papelaria depois que o criminoso foi baleado na perna. O outro bandido não ficou ferido, deitou no chão e se entregou. A polícia recuperou com ele a quantia de R$ 2.190 e o celular do dono da papelaria.

O homem baleado foi socorrido pelo Samu e encaminhado ao hospital sob escolta policial.

Por G1 grande minas

Comentários