Cheia do Rio São Francisco reduz depois da estiagem

                                com a vazante, o leito do rio fica desse jeito           
A cheia do rio São Francisco provoca transtornos na Região Norte de Minas. Na cidade de Manga, produtores que moram nas ilhas enfrentam dificuldades para fazer a travessia de balsa. Segundo a Defesa Civil municipal, o rio já abaixou um metro, mas ainda está seis metros acima do nível normal.
A travessia de Matias Cardoso para o município, que podia ser feita em dez minutos, passou a demorar uma hora. A distância é de dois quilômetros. Caminhões também encontraram dificuldades para atravessar o rio, o que provoca filas na hora do embarque dos veículos. A prefeitura de Manga informou que a capacidade das balsas teve que ser reduzida para garantir a segurança do transporte, o que explica a fila de caminhões. Essa noticia foi veiculada em todos os veículos de comunicação do Norte de Minas, a situação agora é outra. Depois de uma estiagem nas ultimas semanas o que vemos é uma redução no leito do Velho Chico.
Em Itacarambi, o rio diminuiu muito a cheia, de duas semanas atrás era um rio  transbordante, o que vemos agora é um monte de barranco todo mole com sintoma de assoreamento.
Para alguns produtores rurais que utilizam as ilhotas do São Francisco para o plantio do feijão e milho, teme em voltar para semear as sementes, porque nessa época o rio pode voltar a encher novamente, o efeito sanfona é eminente nessa temporada de chuva, o jeito é esperar mais uns dois meses. Mesmo assim tem produtor que se aventura a fazer essa façanha.
Já  os pescadores que estão proibido em jogar suas redes, devido a período da piracema, ficam esperando até liberar a pesca, alguns utilizam anzóis para pegar a famosa CUMBACA nessa temporada de cheia, mas o mandinho branco é o mais fisgado pelos pescadores amadores. Enfim, enquanto não chove o Velho Chico, diminui seus leitos com uma paisagem desoladora, com uma agua barrenta.(Vailton Ferreira)


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Berg Lima, ex-cantor da Banda Calcinha Preta, esteve nesta terça-feira(27), em Itacarambi pela segunda vez na IMPD.

Acidente envolvendo quatro veículos deixa dois mortos na BR-135