Mulher é morta a tiros por chamar homens de "cornos" no WhatsApp


Uma mulher que enviava áudios para grupos de WhatsApp chamando homens de “corno” foi morta a tiros no pequeno município de Brejo do Cruz, sertão da Paraíba, na última segunda-feira (26). A informação é do portal UOL. Uma mulher que enviava áudios para grupos de WhatsApp chamando homens de “corno” foi morta a tiros no pequeno município de Brejo do Cruz, sertão da Paraíba, na última segunda-feira (26). A informação é do portal UOL. De acordo com a polícia, a linha de investigação principal consiste em crime motivado por vingança, já que Maia tinha conquistado muitos desafetos pela prática de zombar e ofender homens em grupos do Whatsapp.
Nos áudios, Maia destacava o nome dos homens que estariam sendo traídos por suas mulheres e relatava como os adultérios aconteciam. O caso está sendo conduzido pela Delegacia de Brejo do Cruz.Na tentativa de elucidar o crime, a polícia informou que está analisando os áudios para descobrir os mandantes e os executores de Maia.
A delegacia de Brejo do Cruz informou que há vários procedimentos policiais registrados contra Rosália Maia pelo crime de injúria e difamação.De acordo com testemunhas, foram ouvidos seis tiros. A mulher foi encontrada caída na rua, já sem vida. O autor dos disparos não foi visto, mas a polícia já solicitou imagens de câmeras instaladas em imóveis próximas ao local do crime.
A perícia encontro no local do crime cápsulas de arma de grosso calibre. O corpo de Rosália foi levado para necropsia no Núcleo de Medicina e Odontologia (Numol) do município de Patos.Maia era dona de casa, morava com a mãe e deixou duas filhas. O corpo dela foi enterrado no cemitério municipal de Brejo do Cruz.
Por yahoo notícias


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pesquisadores tentam identificar animal encontrado morto em praia da Espanha

Investigado por matar e atear fogo em corpo de mulher é preso pela Polícia Civil na zona rural de Jaíba