Cinco homens são presos por latrocínio em operação da Polícia Civil em Januária


Mandados foram cumpridos na manhã desta quarta-feira — Foto: Polícia Civil/Divulgação
Cinco homens foram presos na Operação True News, realizada pela Polícia Civil em Januária (MG) nesta quarta-feira (4). Eles são investigados por um latrocínio, cometido em março deste ano. O corpo de Charles Ferreira de Souza, foi encontrado às margens do Rio São Francisco, devido ao avançado estado de decomposição, a identificação ocorreu por meio de um exame de DNA. Oito mandados de busca e apreensão também foram cumpridos.
Segundo as informações da Polícia Civil, as investigações começaram depois que o carro da vítima foi encontrado na Comunidade de Galiléia. O corpo de Charles foi encontrado três dias depois. Ainda não há detalhes sobre o modo como ele foi morto, mas os policiais já sabem que não foram usadas armas.
A Polícia Civil informou que uma caixa de som, celulares e R$ 1 mil de Charles Souza foram levados pelos criminosos que têm 27, 28, 32, 35 e 39 anos. Na casa de um deles, foram apreendidas duas munições, dois simulacros de arma e um celular furtado.
Operação contou com a participação de policiais de várias delegacias — Foto: Polícia Civil/Divulgação
Sobre a operação
A expressão em inglês True News, que significa notícia verdadeira, foi usada para contrapor o termo “fake news”, que serve para designar falsas notícias. A Polícia Civil explica que, após o crime, foram divulgadas várias mensagens nas redes sociais afirmando que um casal teria o crime e que a motivação seria passional.
O delegado Farley Guedes de Oliveira está responsável pelas investigações, que contaram o apoio da Agência de Inteligência da 2ª DRPC de Januária. O cumprimento dos mandados contou com a participação de policiais das Delegacias de Polícia de Januária, Itacarambi, São João da Ponte, São Francisco e Brasília de Minas.
POR G1 GRANDE MINAS


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TRAGÉDIA NA BR 135 EM ITACARAMBI, DUAS VÍTIMAS FATAIS.

DOIS HOMICIDIOS EM MENOS DE 24 HORAS EM ITACARAMBI.

HOMICÍDIO EM ITACARAMBI NA QUARTA-FEIRA DE CINZA