Homem confessa ter matado primo e namorada por dívida de R$ 8 mil; corpos estavam em cova no quintal da casa dele em MG


Vítimas moravam em Ladainha e estavam desaparecidas desde 29 de dezembro.  — Foto: Reprodução / Redes Sociais
Um homem de 36 anos foi preso nesta sexta-feira (3) suspeito de matar o primo e a namorada na zona rural de Novo Cruzeiro (MG). Os corpos de Rosimar Barreiros e Andreia Pereira foram encontrados enterrados no fundo da casa dele.
Segundo a Polícia Militar, ele confessou o duplo homicídio e disse que devia R$ 8 mil ao primo e estava sendo cobrado. As vítimas estavam desaparecidas desde 29 de dezembro e moravam em Ladainha (MG).
A PM informou que o homem foi identificado após a moto de Rosimar ser vendida em Itaipé (MG). O comprador ficou sabendo que o veículo pertencia à vítima, até então desaparecida, e procurou pela polícia relatando a situação. Um militar identificou dois rapazes, de 17 e 20 anos, como sendo os responsáveis por vender a moto e a PM foi atrás deles.
De acordo com a PM, os jovens admitiram ter comprado a moto do suspeito do duplo homicídio por R$ 1 mil e ainda disseram que a venderam por R$ 2.600 para o morador de Itaipé. Durante as buscas, uma arma de fabricação artesanal foi apreendida na casa do menor de idade.
Após a confirmação sobre a venda do veículo, os policiais se deslocaram para a casa do homem de 36 anos. Inicialmente, ele negou envolvimento com o desaparecimento do casal, mas apresentou versões contraditórias e acabou confessando o duplo homicídio.
O homem contou para os policiais que tinha uma dívida de R$ 8 mil com o primo por uma compra de gado em 2012 e estava sendo cobrado. Ele ainda afirmou que planejou o homicídio com alguns dias de antecedência, preparando a arma e a cova para enterrar o corpo.
Posteriormente, chamou a vítima no local, alegando que pagaria o valor. Rosimar foi com a namorada e os dois acabaram mortos a tiros e com pauladas.
Segundo a PM, o homem mostrou onde enterrou os corpos, que foram levados para o Instituto Médico Legal de Teófilo Otoni (MG). Familiares fizeram o reconhecimento deles. Uma espingarda que pode ter sido usada foi apreendida na casa dele. Uma arma de pressão também foi localizada.
A PM levou o homem e dois jovens envolvidos na venda da moto para a delegacia de Teófilo Otoni. POR G1 GRANDE MINAS

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ao ouvir gritos de socorro, rapaz defende mãe que estava sendo esfaqueada pelo pai em Mirabela

CASAL COMEMORA 50 ANOS DE CASADOS EM ITACARAMBI

Adolescentes matam garoto com enxada e transportam corpo em carroça para enterrar em matagal, diz Polícia Civil

Prefeitura de Itacarambi e Defesa Civil Municipal estão em alerta por eventual temporal nas 24 horas

Prefeita visita obra no Parque de Exposições em Itacarambi