Homem que furtou rodas de viatura da Polícia Civil é preso no Vale do Aço



A Polícia Civil de Ipatinga, no Vale do Aço, prendeu nesta segunda-feira (01/10/2018) um homem de 49 anos suspeito de furtar quatro rodas de uma viatura da corporação, em um pátio de vistoria credenciado do Detran-MG, anexo à Delegacia Regional, no centro daquela cidade. O furto aconteceu na madrugada de sábado e foi descoberto pela manhã do mesmo dia.
Segundo a Polícia Civil, o veículo, um Fiat Palio Weekend, estava sem as quatro rodas, suspenso sobre blocos de concreto. O ladrão foi flagrado por câmeras de segurança pulando o muro do pátio. Depois, fugiu em uma pick-up Strada levando o material. O suspeito foi preso no bairro Cidade Nova, em Santana do Paraíso. Ele também é suspeito de furtar rodas de um caminhão no pátio de uma transportadora de Ipatinga.

O delegado regional de Ipatinga, Thiago Alves Henriques, disse que policiais ficaram de campana em frente à casa do suspeito e ele foi preso assim que chegou ao local. A Civil encontrou 18 rodas de veículos na casa dele, de caminhões e de veículos pequenos.
As rodas da viatura não estavam no local, mas os policiais encontraram contas de luz e outras contas de um outro endereço do suspeito, na cidade de Timóteo, também no Vale do Aço, onde as rodas do carro da polícia e de outros veículos foram encontradas.
O delegado acredita que o suspeito, além de furtar, também era receptador de rodas. A Polícia Civil da região convocou vítimas desse tipo de furto que procurem a delegacia para fazer reconhecimento dos produtos recuperados.
“A investigação vai continuar porque a quantidade de rodas é muito grande e acreditamos no envolvimento de outras pessoas”, informou o delegado em coletiva à imprensa. Ele reconheceu falhas na segurança do pátio.
Segundo o delegado, o suspeito tem várias passagens por furtos. Segundo ele, o suspeito negou o crime. “Ficou chorando e se jogou no chão. Fez um teatro para comover os policiais”, disse o delegado. O preso permanecerá recolhido na Delegacia Regional aguardando vaga em presídios da região.
FONTE http://aconteceunovale.com.br/portal/?p=136407

Comentários