HOMEM É PRESO QUANDO PREPARAVA EMBALAGEM DE DROGAS



JANUÁRIA – TRÁFICO ILÍCITO DE DROGAS
                                                                  
            No dia 31de janeiro de 2019, as equipes Tático Móvel e Gepmor realizavam Batida Policial no bairro Margareth, quando foram solicitados pela equipe do serviço de inteligência que informaram que estavam em campana nas proximidades do Aterro da Copasa , e que notaram movimentação estranha, típica de tráfico de drogas, na casa do suspeito., tido como um dos principais traficantes de drogas do bairro Margareth.
As equipes deslocaram até as proximidades da residência, e notaram que o portão estava aberto, e que havia um indivíduo em frente ao portão, momento em que decidimos efetuar a abordagem ao suspeito, posteriormente identificado como M. F. B.. No momento da abordagem, foi possível visualizar um individuo sentado no sofá de sua residência, usando uma máscara, e com um prato no colo, como se estivesse cortando alguma coisa.
 Dada à fundada suspeita, as equipes adentraram no imóvel, e foi flagrado o individuo fracionando, pesando e dolando uma substância esbranquiçada, que ao ser questionado de quê se tratava, o individuo disse se tratar de cocaína. Na residência, em cima do sofá, ao lado onde o individuo estava sentado, foi encontrado 66 (sessenta e seis) papelotes de uma substância esbranquiçada, com características semelhantes à cocaína, e aproximadamente 16 gramas da mesma substância. Foi encontrada na caixa dos correios da residência 04 (quatro) papelotes da substância acima descrita.
Em um terreno baldio, foram localizados dois recipientes plásticos, um contendo cinco papelotes de uma substância esbranquiçada, com características semelhantes à cocaína, sendo que a forma a qual estava dolada era idêntica às substâncias encontradas na casa do suspeito, e no interior do outro recipiente, foram encontradas 51 (cinquenta e uma) pedras de uma substância amarelada, com odor e características semelhantes à crack.
No interior do imóvel, ainda foi encontrada a quantia de R$ 1.085,00 (um mil e oitenta e cinco reais) em dinheiro, centenas de saquinhos de chup-chup, usados costumeiramente para fracionar substâncias entorpecentes, uma balança de precisão, dois telefones celulares, um prato de vidro, uma pequena colher, uma lâmina, uma faca tipo peixeira, e uma máscara de proteção. O suspeito V. F. B assumiu a propriedade da substância entorpecente encontrada em sua posse, e disse que o seu irmão nada tinha a ver com as substâncias encontradas. O material foi apreendido e os suspeitos presos e encaminhados a Delegacia de Polícia para maiores esclarecimentos.
 Assessoria de Comunicação Organizacional do 30º BPM – 11ª RPM






Comentários