VIGILÂNCIA AMBIENTAL DE ITACARAMBI INICIA CAMPANHA DE CONTROLE DE CHAGAS EM TODO MUNICÍPIO VISITANDO AS COMUNIDADES DA ZONA RURAL

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, texto que diz "VIGILÂNCIA AMBIENTAL DE ITACARAMBI NO COMBATE AO CONTROLE DE CHAGAS Poster Maker"

 A Secretaria Municipal de Saúde, por meio do setor de Vigilância Ambiental iniciou nesta segunda-feira, 06 de julho os trabalhos da Campanha de Controle de Chagas 2020 no município.  A campanha foi iniciada na comunidade de Várzea Grande e será gradativamente feita nas demais comunidades rurais. Segundo o Coordenador da Vigilância Ambiental Jonh Lenon Nunes, Agentes de Combate a Endemias realizarão visitas domiciliares e farão uma inspeção com objetivo de identificar a presença de “barbeiros”. Os “barbeiros” capturados serão transportados ao laboratório da GRS-Januária para análise quanto a sua positividade para o protozoário Trypanosoma cruzi, e caso positivo, os moradores da residência positivada serão submetidos a exames para a investigação da doença. Em todas as residências que forem feitas a captura dos barbeiros, serão dedetizadas com inseticida recomendados pelo Ministério da Saúde.

       A Doença de Chagas é causada pelo protozoário Trypanosoma cruzi, que parasita o sangue e os tecidos de pessoas e animais. O Trypanosoma cruzi é transmitido pelo contato com as fezes dos insetos vetores, conhecidos popularmente no Brasil como “barbeiros” (insetos das espécies Triatoma infestans, Rhodnius prolixus e Panstrongylus megistus, dentre mais de 300 espécies que podem transmitir o Trypanosoma cruzi). A doença de Chagas não é transmitida ao ser humano diretamente pela picada do inseto, que se infecta com o parasita quando suga o sangue de um animal contaminado (gambás ou pequenos roedores). A transmissão ocorre quando a pessoa coça o local da picada e as fezes eliminadas pelo barbeiro penetram pelo orifício que ali deixou. Também existem outras formas de transmissão, como a transmissão oral, pela ingestão de alimentos contaminados com os parasitas; a transmissão de mãe para filho ou forma congênita; por transfusões de sangue e transplante de órgãos; e por acidentes de laboratório.

Por Ascom da PMI

 

 


Comentários