Corrente do PT propõe 'barreira humana' contra prisão de Lula

A Articulação de Esquerda, corrente minoritária do Partido dos Trabalhadores (PT), divulgou na madrugada um documento em que propõe a formação de barreira humana para impedir a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
Acusando o Supremo Tribunal Federal (STF) de rasgar a Constituição, após a rejeição do habeas corpus preventivo, o texto sugere a convocação de uma reunião do Direito Nacional do PT para discutir ações conjuntas com Movimentos e partidos de esquerda.
Segundo o comunicado, que fala em “rebelião”, a ideia é formar uma barreira humana que “proteja o presidente Lula onde ele estiver: em sua residência, na sede do Sindicato dos Metalúrgicos, na sede do Partido dos Trabalhadores”.
O STF negou na madrugada desta quinta-feira, por seis votos a cinco, o recurso do ex-presidente  contra sua prisão na operação Lava Jato numa sessão que durou quase 11 horas.
Com a derrota, Lula poderá ser preso depois de esgotados os recursos ao TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região). A defesa do petista tem até a próxima terça-feira para decidir se apresenta recurso ao tribunal de Porto Alegre.
O recurso ao STF pedia que Lula não fosse preso após o fim do julgamento no TRF, tribunal de segunda instância, e que ele pudesse recorrer em liberdade contra a condenação a 12 anos e 1 mês de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá, no litoral paulista. Ele nega as acusações.
O processo do tríplex ainda cumpre formalidades no TRF-4 e não esgotou sua tramitação na corte de segunda instância. No último dia 26, o TRF-4 julgou recursos chamados embargos de declaração e manteve a condenação. O prazo para a defesa tomar conhecimento do julgamento termina na sexta (6).
Depois, os advogados têm mais dois dias úteis -até terça (10)- se quiserem protocolar novo recurso. O costume do TRF-4 é de rejeitar esse novo recurso, mas, até lá, considera-se que o processo ainda corre em segunda instância. Após a rejeição, um ofício é encaminhado ao juiz Sergio Moro, responsável por ordenar a prisão.
PT reage: ‘Dia trágico para a democracia’
O Partido dos Trabalhadores (PT) divulgou, ainda na madrugada desta quinta-feira, uma nota sobre o resultado do julgamento do habeas corpus preventivo do ex-presidente Lula para evitar a prisão. 
“Hoje é um dia trágico para a democracia e para o Brasil. Nossa Constituição foi rasgada por quem deveria defendê-la e a maioria do Supremo Tribunal Federal sancionou mais uma violência contra o maior líder popular do país, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.”
Políticos comentam
Os comandos dos partidos políticos PSDB, PT, PPS, PSOL e DEM divulgaram notas sobre a rejeição, do habeas corpus do ex-presidente. O PT e o PSOL lamentaram o resultado, as demais legendas elogiaram. Os líderes usaram também as redes sociais para as manifestações sobre o julgamento, encerrado na madrugada desta quinta-feira.

COM INFORMAÇÃO DO YAHOO.COM

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TRAGÉDIA NA BR 135 EM ITACARAMBI, DUAS VÍTIMAS FATAIS.

DOIS HOMICIDIOS EM MENOS DE 24 HORAS EM ITACARAMBI.

HOMICÍDIO EM ITACARAMBI NA QUARTA-FEIRA DE CINZA