Repasse de verbas aos municípios depende de plano de recuperação fiscal, diz Romeu Zema (Novo)



O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), visitou Montes Claros nesta sexta-feira (22) e participou de uma entrevista ao vivo no MG1, onde falou sobre situação financeira que o estado enfrenta. Segundo ele, para regularizar o repasse das verbas aos municípios, é preciso a aprovação de um plano de recuperação fiscal.
"Desde o dia 1º de fevereiro nós estamos fazendo todos os repasses. Durante o mês de janeiro foi quando nós nos inteiramos da situação do estado, pois durante a fase de transição não tivemos acesso. E já está sendo negociado com a Associação Mineira de Municípios (AMM) um acordo onde vamos pagar o mês de janeiro, que ficou para trás, e a grande bolada que é devida pelo governo anterior. Vale lembrar que este pagamento está condicionado à aprovação pela Assembleia Legislativa dos projetos de lei que possibilitarão à Minas a aderir ao Plano de Recuperação Fiscal junto ao governo federal".
Zema reconheceu, durante a entrevista, a necessidade de regularizar os repasses aos municípios do Norte do estado, mas frisou que os diversos setores do estado possuem valores de arrecadação menores que no ano anterior. Outro assunto que o governador falou durante a entrevista foi sobre a importância de duplicar a BR-251.
"Durante minha vida profissional transitei por diversas vezes pela BR-251. Conheço perfeitamente o quanto ela é congestionada, perigosa. No ano passado tivemos aquele acidente que vitimou dez pessoas. Então, a 251, precisa ser duplicada com urgência. Na próxima semana estarei em Brasília, inclusive com o ministro da infraestrutura, e um dos assuntos que serão tratados será a duplicação da BR-251".
A implantação dos pedágios de Montes Claros à Curvelo também foi comentada pelo governador. Para Zema, o estado pouco pode intervir nos valores a serem cobrados nas seis praças de pedágios entre as duas cidades.
"Vale lembrar que todo este contrato foi feito no governo anterior e tudo está assinado e pronto. Não temos muito o que fazer, mas eu considero um absurdo o valor que está sendo cobrado. Está acima dos valores cobrados em Minas, mas fizemos um levantamento, e existem no país outras praças que cobram valores acima destes que estão sendo implementado. Vi também que foram feitas várias audiências públicas, então todos tiveram a oportunidade de participar, mas o brasileiro, geralmente, começa a reclamar quando as coisas acontecem. Mas iremos ver o que é possível fazer".
O governador afirmou ainda que a saúde deve ser prioridade durante a gestão. Zema citou as dificuldades que Minas Gerais enfrenta para disponibilizar medicamentos à pacientes que dependem do fornecimento de remédios pelo estado. A situação do Hospital Universitário Clemente de Faria, em que servidores cobram repasses de cerca de R$ 3 milhões que ajudaria no pleno funcionamento da unidade hospitalar, foi comentado pelo governador.
"Tenho conhecimento. A situação do Hospital Universitário aqui é semelhante a de várias santas casas. Ontem visitei o Hospital Regional de Janaúba, que está em vias de ter suas atividades encerradas. Então hoje, a saúde está vivendo uma situação de calamidade. Nós estaremos analisando aquilo que é possivel fazermos, mas como eu disse, os recursos do estado estão extremamente limitados. Gostaria de estar pagando o funcionalismo em dia, lembrando que está recebendo atrasado, está recebendo o 13º parcelado, e isso causa uma insatisfação muito grande. Eu gostaria de estar inaugurando hospitais modernos e não lutando para que eles sobrevivam, mas estamos fazendo o melhor, porque Minas precisa voltar a crescer para que a economia volte a movimentar, e tenhamos mais recursos direcionados para estas entidades que prestam um serviço extremamente relevante".
O governador finalizou a entrevista falando sobre o potencial do Norte de Minas para o recebimento de investimento para a produção de energia solar, e afirmou que durante a administração ele irá facilitar a situação para os produtores que precisam produzir.
Outros compromissos
Nesta quinta-feira (21), Zema esteve nas cidades de Jaíba e também Janaúba, onde conheceu a sede da antiga creche Gente Inocente, que atende 45 crianças atualmente.
Em Montes Claros, o governador se reuniu com representantes de classe e empresários, na sede da FIEMG. Ainda nesta sexta-feira, o governador irá visitar a cidade de Patos de Minas, região centro-oeste do estado.(G1 GRANDE MINAS)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Governo Federal anuncia que vai asfaltar trecho da BR 135 entre Itacarambi, São João das Missões e Manga

ITACARAMBI: ALUNOS DE ESCOLA ESTADUAL REALIZAM MUTIRÃO DE LIMPEZA NA ORLA DO RIO SÃO FRANCISCO.

Comedouro e bebedouro para cães de rua fazem sucesso em Itacarambi

Homem é morto a tiros enquanto fechava oficina mecânica

Idoso morre afogado no Rio São Francisco