Pular para o conteúdo principal

POLÍCIA MILITAR DE SÃO ROMÃO APREENDE MENOR ACUSADO DE TER ASSASSINADO HOMEM EM JANUÁRIA


POLÍCIA MILITAR APREENDE MENOR POR ATO INFRACIONAL ANÁLOGO AO HOMICÍDIO
Na noite de 21 de maio, a Polícia Militar apreendeu, na cidade de São Romão, o menor de 17 anos que cometeu ato infracional análogo ao homicídio, no dia 20 de maio na Vila Verde em Januária.
Segundo informações, a vítima G. S. F., 22 anos, estava em sua residência quando o individuo L. R. M., 26 anos, o chamou para procurar S. C. M., 30 anos, para que ele pudesse confirmar um fato supostamente relacionado à venda de entorpecentes.
Ainda de acordo com o que foi relatado aos militares, quando os indivíduos chegaram ao final da Rua “R”, na Vila Verde, o S. C. M passou a discutir com a vítima G. S. F e pediu para um menor, de 17 anos, pegar a arma para resolver o problema. O adolescente, por morar próximo do fato, rapidamente pegou a arma e foi em direção à vítima momento em que recebeu a ordem de S. C. M. para atirar. O menor em conflito com a lei efetuou disparos atingindo G. S. F que caiu alguns metros depois. Após o ocorrido o menor fugiu adentrando em um matagal.
Compareceu no local o médico do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) que atestou o óbito da vítima.
Diante do fato relatado, a Polícia Militar realizou intenso rastreamento e recebeu a informação que o suspeito de ato infracional análogo ao homicídio teria tomado destino a cidade de São Romão no ônibus intermunicipal. Diante das informações, os militares fizeram rastreamento na cidade momentos após o suspeito desembarcar do ônibus e depararam com o suspeito transitando pela Avenida Eustáquio Martins. Diante do exposto, os policiais deram ordem para que o menor colocasse as mãos na cabeça para que fosse procedida a busca pessoal, o indivíduo desobedeceu à ordem emanada pelos policiais e ficou sorrindo, por isso foi apreendido também por cometimento de ato infracional análogo à desobediência.
O adolescente confessou o cometimento do homicídio ocorrido na cidade de Januária e disse que foi por motivos de desavenças pessoais.
O menor em conflito com a lei foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil da cidade de Januária.


Assessoria de Comunicação Organizacional do 30º BPM – 11ª RPM

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ACIDENTE NA BR 135 NA COMUNIDADE DO FABIÃO2 EM ITACARAMBI DEIXA CASAL FERIDOS.

fotos whatsap Um acidente de carro envolvendo um veículo   de passeio e um caminhão aconteceu agora a tarde na BR 135 entre a comunidade do Fabião 2 e Itacarambi. No acidente ficou ferido um casal. O motorista do carro, foi removido num helicóptero para Hospital de Montes Claros. A moça ficou ferida mas não corre risco de morte. Aguardem outras informações. Por JPI

Pesquisadores tentam identificar animal encontrado morto em praia da Espanha

Especialistas da fauna marina estão trabalhando para identificar a carcaça de um animal encontrado em agosto, em uma praia de Almería, na Espanha. A criatura tem chifres e mede entre quatro e cinco metros de comprimento. De acordo com autoridades locais, o animal estava em estado de decomposição avançado, o que vem dificultando a identificação. As informações sobre a criatura foram compartilhadas com vários especialistas para tentar fazer a identificação.(r7)

Investigado por matar e atear fogo em corpo de mulher é preso pela Polícia Civil na zona rural de Jaíba

  A Polícia Civil prendeu um homem investigado por matar e colocar fogo no corpo de uma mulher em Itacarambi (MG). Ele foi encontrado em Mocambinho, zona rural de Jaíba (MG), nesta quinta-feira (18). O crime ocorreu em julho de 2020. Segundo a Polícia Civil, “ele teve efetiva participação no homicídio e estava foragido até então. No entanto, vinha fazendo graves ameaças de morte à menor que testemunhara o crime.” A investigação está sob responsabilidade da delegada Bruna Brito. No ano passado, o irmão do homem preso nesta quinta foi encontrado em Brasília (DF), onde permanece encarcerado. Ele era ex-namorado da vítima. Entenda o caso De acordo com a Polícia Civil, a vítima comemorava o aniversário quando o ex foi até a casa dela. Eles seguiram para a zona rural em um carro que era dirigido pelo irmão dele. Uma adolescente também estava com os três e presenciou os fatos. “No local, espancaram e abusaram da vítima, matando-a em seguida. Não bastasse, atearam fogo sobre o corpo