Pular para o conteúdo principal

Criança usa carta para denunciar abusos do padrasto em Grão Mogol: ‘Nós nunca mais vamos ver a cara dele’, diz vítima à mãe


Carta foi entregue à mãe na última segunda (10) e será usada como documento em um inquérito da PC — Foto: Polícia Civil/ Divulgação
Um caso de abuso sexual foi descoberto nessa segunda-feira (10) na zona rural de Grão Mogol através de uma carta escrita por uma criança de 10 anos. No texto, ela relatou à mãe que o padrasto cometia as agressões contra ela há alguns meses e pede para que a responsável fuja com ela para a cidade de Francisco Sá.
“Nós nunca mais vamos ver a cara dele. Beijos, pensa nisso mamãe isso é muito importante tá?” [sic], diz a vítima.
G1 teve acesso ao depoimento escrito pela menina, usado como documento pelo inquérito que está sendo conduzido pela Polícia Civil. Segundo informações do delegado responsável, Alberto Tenório, o homem foi encaminhado à delegacia junto da vítima e da mãe quando a PM recebeu a denúncia, mas não foi preso porque não havia flagrante. “No momento da denúncia, a vítima contou que o último abuso ocorreu há cerca de 30 dias. Não havia flagrante, então ele não pode ser preso. De toda forma, o protocolo já está em juízo e vamos cumprir todas as providências nos próximos dias”, explica o policial.
A menina foi encaminhada ao IML de Montes Claros para passar por exames, já que a PC não descarta que, durante o tempo morando com a mãe e a filha, o homem possa tê-la estuprado com conjunção carnal. Na carta, a vítima ainda menciona o que ela trata como a primeira das agressões cometidas pelo padrasto.
Eu fui na frente para controla o guidom da moto. Quando eu estava controlando o guidom da moto, e ele começou a colocar a mão nas minhas partes íntimas. Então depois daquele dia ele não parou 2 vezes e eu fiquei com muito medo por isso não te contei antes” [sic], diz a vítima na carta, se justificando à mãe.
O que diz o investigado
De acordo com a Polícia Civil, o homem foi conduzido à delegacia de Grão Mogol no momento em que a companheira o denunciou, nessa segunda (10). Aos policiais civis, e durante o registro do boletim de ocorrência da PM, o homem negou as acusações e disse que a criança estava se vingando dele por conta de um desentendimento. Segundo o delegado, ele chegou a dizer que tem a vítima como uma filha.
O padrasto mantinha um relacionamento com a mãe da vítima há pelo menos três anos, em uma comunidade rural de Grão Mogol, que fica próxima à divisa com o município de Francisco Sá. A vítima não soube precisar há quanto tempo era abusada, mas a PC acredita que as agressões tiveram início nos últimos meses. O homem não tem passagens criminais e deve responder judicialmente pelo crime de abuso sexual, quando o inquérito da polícia for finalizado.
A PC não informou se filha e mãe seguem vivendo na mesma casa do suspeito do crime.
POR G1 GRANDE MINAS

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ACIDENTE NA BR 135 NA COMUNIDADE DO FABIÃO2 EM ITACARAMBI DEIXA CASAL FERIDOS.

fotos whatsap Um acidente de carro envolvendo um veículo   de passeio e um caminhão aconteceu agora a tarde na BR 135 entre a comunidade do Fabião 2 e Itacarambi. No acidente ficou ferido um casal. O motorista do carro, foi removido num helicóptero para Hospital de Montes Claros. A moça ficou ferida mas não corre risco de morte. Aguardem outras informações. Por JPI

Pesquisadores tentam identificar animal encontrado morto em praia da Espanha

Especialistas da fauna marina estão trabalhando para identificar a carcaça de um animal encontrado em agosto, em uma praia de Almería, na Espanha. A criatura tem chifres e mede entre quatro e cinco metros de comprimento. De acordo com autoridades locais, o animal estava em estado de decomposição avançado, o que vem dificultando a identificação. As informações sobre a criatura foram compartilhadas com vários especialistas para tentar fazer a identificação.(r7)

Menores são detidos com moto roubada em Itacarambi; vítima foi encontrada ferida no sofá de casa

  Dois adolescentes, de 13 e 14 anos, foram apreendidos por ato infracional análogo ao crime de roubo em Itacarambi (MG) nesta quinta-feira (5). Segundo a Polícia Militar, a vítima do roubo é um homem, que foi encontrado dentro de casa com ferimentos graves, deitado no sofá. A PM foi chamada por guardas noturnos que suspeitaram dos menores ao se depararem com uma moto abandonada perto de onde eles estavam. Ao serem questionados, os jovens disseram que estavam fugindo de uma pessoa que teria abandonado o veículo após persegui-los. Os policiais fizeram a consulta da placa e descobriram que a moto não tinha queixa de roubo/furto e pertencia a um morador do Centro. Os adolescentes confirmaram que pegaram o veículo e disseram ainda que estavam na casa do homem e o agrediram com tijoladas na cabeça porque ele teria tentado abusar sexualmente deles. O celular da vítima também estava com eles. Em seguida, os militares foram até a residência do homem, onde o encontraram ferido no sofá. Al