PM prende um dos criminosos que se passou por policial civil para assaltar casa em Bocaiuva


Crime foi nessa terça e a polícia ainda faz buscas na região — Foto: João Lã/ Arquivo pessoal
A polícia prendeu um dos homens suspeito de cometer um assalto em uma casa, em Bocaiuva, nessa terça-feira (11). Ele foi encontrado em um carro clonado durante um cerco bloqueio na zona rural de Couto de Magalhães. Ao todo, quatro criminosos participaram da ação e foram levados R$ 4.500. O grupo se passou por policiais civis e usou roupas com símbolo do órgão durante o crime.
Segundo informações da Polícia Militar, no momento da prisão, um outro bandido estava no veículo e atirou contra os policiais, que revidaram. Em seguida, os dois se esconderam em um matagal e a PM conseguiu prender um deles. O homem estava com uma arma calibre 32 e foi encaminhado para o presídio de Bocaiuva. Ninguém ficou ferido na troca de tiros.
Os outros três bandidos já foram identificados e as buscas continuam nesta quarta-feira (11). De acordo com a PM, todos eles vieram de outras cidades a pedido de um traficante de Bocaiuva, que ainda não foi preso. Um homem e uma mulher responsáveis por abrigar os bandidos foram detidos na noite dessa terça-feira (11).
Entenda o crime
Segundo a Polícia Militar, três criminosos armados invadiram a casa, no Bairro Aeroporto, se identificaram como policiais civis e disseram que estavam fazendo uma investigação sobre lavagem de dinheiro. Eles vestiam uma blusa preta com símbolo da Polícia Civil e cobriram o rosto com toucas assim que entraram na casa.
Em seguida, os bandidos renderam os moradores e anunciaram o assalto. Durante a ação, eles ameaçaram as vítimas de morte e exigiam que elas informassem onde estavam as joias, o cofre da casa e uma arma.
Enquanto faziam as ameaças, uma das vítimas fugiu e pediu ajuda no quartel da PM. Os outros moradores aproveitaram a distração dos bandidos e também conseguiram sair da casa.
Depois que as vítimas saíram do imóvel, dois bandidos fugiram no carro clonado, localizado em Couto de Magalhães.
O terceiro criminoso tentou fugir no automóvel da família, mas foi impedido com a chegada de três policiais do Serviço de Inteligência da PM. O homem atirou várias vezes contra os policiais, que revidaram e houve uma intensa troca de tiros.
Durante os disparos, ele conseguiu fugir em um carro descaracterizado da Polícia Militar e capotou o veículo na saída da cidade. Em seguida, roubou uma motocicleta e continuou a fuga pela MG-135. O veículo foi encontrado abandonado e a PM acredita que o criminoso fugiu a pé.
A polícia esclareceu que o quarto envolvido era responsável por dar fuga aos bandidos e ficou aguardando nas proximidades da casa.
G1 GRANDE MINAS

Comentários