Barco fica à deriva no Rio São Francisco após rajada de vento em Pirapora

Durante o temporal e a rajada de vento, acontecia uma apresentação musical no Vapor Benjamim Guimarães  (Foto: Aparício Mansur/Arquivo Pessoal)
 Uma embarcação pequena ficou à deriva no Rio São Francisco, na noite desse sábado (30), e foi resgatada pelo Corpo de Bombeiros após uma rajada de ventos registrada em Pirapora. Quatro pessoas, dentre elas uma mulher idosa, foram socorridas sem ferimentos. Esta foi a principal ocorrência atendida pelos bombeiros em função do temporal que durou aproximadamente 15 minutos e atingiu diversos bairros. Os bombeiros informaram que o nível do rio não sofreu impacto com o temporal.
“Trata-se de um barco miúdo, como chamamos. As vítimas saíram para passear e pescar e, por conta de uma pane no motor, associada aos fortes ventos, elas não conseguiram voltar para a margem. Como o sinal de telefonia ficou instável, eles tiveram dificuldade para pedir socorro. Ficaram das 16 h até à meia noite na embarcação, e a ocorrência só foi finalizada por volta das 4h, desta madrugada. Com o uso seguro do jet ski, rebocamos a embarcação por 15 quilômetros até às margens do Rio”, explicou o sargento dos bombeiros, Nilson Roberto. A velocidade que o vento atingiu ainda não foi divulgada.
Os bombeiros de Pirapora informaram que o forte vento e as chuvas começaram por volta das 20h. Um levantamento dos principais bairros atingidos ainda é feito, na manhã deste domingo (1º); não há registros de feridos graves.
Estamos com muitos chamados em todas as regiões da cidade por conta de queda de árvores, principalmente. Vamos priorizar a retirada das árvores - e as outras ocorrências - que oferecem risco às pessoas e, sem seguida, atenderemos aos demais chamados. O Vapor Benjamim está ancorado e não há registro de chamados para vistoriá-lo até o momento”, reforçou o militar.
Durante o temporal e a rajada de vento, acontecia uma apresentação musical no Vapor Benjamim Guimarães. Houve danos na forro de PVC, instalado recentemente.
“A equipe de turismo me reportou que na hora do temporal acontecia a apresentação das Orquestras Sinfônicas do município e SESI; houve certo pânico por parte dos músicos – que estavam na parte de cima do Vapor – e das pessoas que estavam na orla assistindo a apresentação, já que o vento estava extremamente forte e houve queda de energia. Contudo, os danos no Benjamim foram pequenos, apenas no forro da área de cobertura”, explicou o vice-prefeito de Pirapora e diretor da Empresa Municipal de Turismo, Orlando Pereira de Lima.
Bairro Santos Dumont
Levantamento dos principais bairros atingidos ainda é feito pelo Corpo de Bombeiros, na manhã deste domingo (1º) (Foto: Rhomario Magalhães/Arquivo Pessoal)
Parte da estrutura de um posto de gasolina, que fica no Bairro Santos Dumont, caiu com o vento. A gerente, Ellen Vanessa, disse ao G1 que, apesar dos danos, uma bomba do posto está funcionando normalmente e a lona já foi retirada, na manhã deste domingo (1º) para evitar novos incidentes.
“Com a queda de parte da estrutura por conta do vento forte, a lona atingiu uma das bombas. Mas não houve feridos e a outra bomba do posto está funcionando normalmente; já estamos organizando o pátio do posto para o atendimento ao público", explicou Ellen Vanessa, gerente do posto.
Montes Claros

Em Montes Claros, os bombeiros e a Defesa Civil informaram que não houve acionamento em função das chuvas nesse sábado (30).(G1GRANDEMINAS)

Comentários