SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL DE ITACARAMBI, ENGLOBA PROJETO BÁSICO DE OFICINAS ACESSUAS TRABALHO/2019


Foi iniciado nessas duas semanas as oficinas do Programa Acessuas Trabalho. O Programa de Promoção do Acesso ao Mundo do Trabalho (AcessuasTrabalho) busca a autonomia das famílias usuárias da Política de Assistência Social, por meio da integração ao mundo do trabalho. A iniciativa faz parte de um conjunto de ações de articulação de políticas públicas e de mobilização, encaminhamento e acompanhamento de pessoas em situação de vulnerabilidade e/ou risco social para acesso a oportunidades afeitas ao trabalho e emprego.
As ações de Inclusão Produtiva compreendem a qualificação técnico-profissional; a intermediação pública de mão-de-obra; o apoio ao microempreendedor individual e à economia solidária; o acesso a direitos sociais relativas ao trabalho (formalização do trabalho); articulação com comerciantes e empresários locais para mapeamento e fomento de oportunidades, entre outros.
O Acessuas acontece por meio de 5 oficinas que abordam os temas: autoconhecimento, projeto de vida, mapeamento das oportunidades locais, conceito de trabalho, aspectos técnicos (elaboração de currículo e entrevista de emprego), relações interpessoais e entre outros. Podem participar das oficinas qualquer pessoa entre 14 e 59 anos que seja usuário da Assistência Social.
Para participar procure o CRAS (rua imaculada conceição) e a equipe técnica por meio do email: acessuasitac@gmail.com ou do telefone (38)99847-8168 / 3613-2168
POR ASCOM DA PREFEITURA















Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ônibus de turismo que seguia de Itacarambi/MG, com destino a cidade de Carapicuíba/SP, sofre acidente na MG170 e deixa 11 feridos.

Família morta em acidente no Vale do Jequitinhonha é enterrada em Paulínia

Acidente entre duas carretas e um carro na BR-251 deixa pelo menos um morto e outros sete feridos

Governo Federal anuncia que vai asfaltar trecho da BR 135 entre Itacarambi, São João das Missões e Manga

Moradores de Itacarambi reclamam de ossos e outros restos orgânicos de animais que algumas pessoas têm jogados na estrada do Russinho