Pular para o conteúdo principal

Cozinheira morta em São Francisco foi estuprada e jogada viva dentro do rio, conclui Polícia Civil

Polícia Civil de São Francisco encerrou o inquérito que investigou o assassinato de uma cozinheira, ocorrido em 2016, e concluiu que Juliana Meira Batista França, de 31 anos, foi estuprada e depois jogada viva dentro do Rio São Francisco. Quatro pessoas, dentre elas uma mulher, foram indiciadas pelos crimes de latrocínio e estupro. O Ministério Público ofereceu denúncia e os acusados aguardam presos pelo julgamento.
"O laudo pericial constatou que havia muito líquido nos pulmões da vítima. Apesar dela ter sido golpeada por um machado nas mãos e na testa, o exame concluiu que ela foi jogada ainda viva no rio, amarrada a sacos de areia”, explicou o delegado Emmanuel Robson Gomes. O corpo da mulher foi encontrado por pescadores e retirado pelo Corpo de Bombeiros três dias após o crime.
De acordo com a Polícia Civil, a vítima trabalhava como cozinheira em uma fazenda em São Francisco e no dia do crime, foi surpreendida pelos criminosos após ter servido o jantar aos funcionários. Juliana estava no quarto dela quando o grupo chegou e exigiu por dinheiro e arma. Ainda segundo as investigações, um dos homens já teria tentado ter um relacionamento com a vítima.
"O roubo e a morte dela foram premeditados. Eles planejaram tudo, inclusive, deixar um carrinho de mão e um machado na beira do Rio. Um dos envolvidos confessou o crime e cedeu detalhes de como aconteceu. A vítima foi imobilizada e estuprada, ainda na fazenda. Depois disso, foi levada até o bananal, golpeada por duas vezes, colocada no carrinho de mão e em seguida jogada no rio", detalhou o delegado.
Os quatro criminosos foram presos mediante mandado de prisão temporária em janeiro. A mulher, que é companheira de um dos envolvidos, foi detida ao procurar à delegacia.
"A mulher não sabia que tinha um mandado de prisão contra ela. Efetuamos a prisão, mesmo correndo o risco dos demais fugirem. Na bolsa dela, já tinha uma passagem para São Paulo comprada para o dia seguinte. Apenas um deles confessa o crime e acredito que tenha sido, um pouco, por arrependimento, mas, também, pelos benefícios que ele pode ter. Os demais, mesmo com provas consistentes, ainda negam o fato. São pessoas frias", declarou.
Antes do corpo ser encontrado, um boletim de ocorrência por desaparecimento foi registrado e a polícia ouviu familiares, patrões, colegas de trabalhos e até ex-companheiros da vítima. Segundo a PC, havia marcas de sangue na cozinha, em outros ambientes da casa e que terminavam no rio.
"A fazenda é enorme, não tinha ninguém por perto. Depois que um deles confessou o crime, entendemos que após eles pegarem um barco, 'desovarem' o corpo no meio do rio, eles foram para o outro lado da margem. Em seguida, cada um tomou seu rumo. Foi um inquérito extremamente complexo, de muitas páginas e que exigiu um esforço da delegacia", disse.
O data do julgamento ainda não foi marcado no fórum da cidade. Se condenados, os acusados podem pegar até 30 anos de prisão.(G1 GRANDE MINAS)


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ACIDENTE NA BR 135 NA COMUNIDADE DO FABIÃO2 EM ITACARAMBI DEIXA CASAL FERIDOS.

fotos whatsap Um acidente de carro envolvendo um veículo   de passeio e um caminhão aconteceu agora a tarde na BR 135 entre a comunidade do Fabião 2 e Itacarambi. No acidente ficou ferido um casal. O motorista do carro, foi removido num helicóptero para Hospital de Montes Claros. A moça ficou ferida mas não corre risco de morte. Aguardem outras informações. Por JPI

Pesquisadores tentam identificar animal encontrado morto em praia da Espanha

Especialistas da fauna marina estão trabalhando para identificar a carcaça de um animal encontrado em agosto, em uma praia de Almería, na Espanha. A criatura tem chifres e mede entre quatro e cinco metros de comprimento. De acordo com autoridades locais, o animal estava em estado de decomposição avançado, o que vem dificultando a identificação. As informações sobre a criatura foram compartilhadas com vários especialistas para tentar fazer a identificação.(r7)

Menores são detidos com moto roubada em Itacarambi; vítima foi encontrada ferida no sofá de casa

  Dois adolescentes, de 13 e 14 anos, foram apreendidos por ato infracional análogo ao crime de roubo em Itacarambi (MG) nesta quinta-feira (5). Segundo a Polícia Militar, a vítima do roubo é um homem, que foi encontrado dentro de casa com ferimentos graves, deitado no sofá. A PM foi chamada por guardas noturnos que suspeitaram dos menores ao se depararem com uma moto abandonada perto de onde eles estavam. Ao serem questionados, os jovens disseram que estavam fugindo de uma pessoa que teria abandonado o veículo após persegui-los. Os policiais fizeram a consulta da placa e descobriram que a moto não tinha queixa de roubo/furto e pertencia a um morador do Centro. Os adolescentes confirmaram que pegaram o veículo e disseram ainda que estavam na casa do homem e o agrediram com tijoladas na cabeça porque ele teria tentado abusar sexualmente deles. O celular da vítima também estava com eles. Em seguida, os militares foram até a residência do homem, onde o encontraram ferido no sofá. Al