Pular para o conteúdo principal

Três homens são presos com máquinas de cartão em Januária; PM suspeita que eles usavam equipamentos para aplicar golpes

 Máquinas apreendidas pela PM — Foto: Polícia Militar / Divulgação

Três homens foram presos suspeitos de estelionato nesta segunda-feira (29) em Januária. A Polícia Militar apreendeu máquinas de cartão com eles e suspeita que o grupo aplicava golpes fazendo a troca dos equipamentos que tinha com os que são usados por estabelecimentos comerciais.

“Um militar à paisana estava abastecendo o veículo quando deparou com um carro que estava com a placa visivelmente adulterada. Havia uma fita isolante transformando alguns números em outros. Imediatamente, o policial acionou o 190 e as guarnições foram ao local”, fala o tenente Marcos Antônio Cardoso Souza.

Os militares apreenderam duas máquinas de cartão no automóvel e suspeitaram das versões apresentadas pelos homens em relação à origem dos equipamentos. Uma outra máquinas e bobinas de extratos foram localizadas pela PM na casa da avó de um dos presos, na zona rural.

“A suspeita é de que eles atuem em conjunto. Enquanto um solicita a máquina para fazer o pagamento, os outros distraem o frentista e fazem a troca do equipamento. Os valores que deveriam ser creditados ao estabelecimento vão para o grupo criminoso. Além disso, suspeitamos também que as máquinas sejam programadas e possam copiar os dados bancários dos clientes”, fala o tenente.

O policial ainda diz que é possível que no dia seguinte as máquinas sejam destrocadas da mesma forma e o comerciante fica com o prejuízo sem notar que foi vítima de fraude no momento, já que que os equipamentos são idênticos.

“Orientamos que os comerciantes façam a emissão do relatório diário de cada máquina, já que o documento tem todos os dados do estabelecimento e o valor movimentado. Após a suspeita, fizemos uma varredura nos postos de Januária e não encontramos locais com máquinas trocadas, mas pode ser que essa situação tenha ocorrido nos municípios do entorno”, destaca.

De acordo com o tenente, um dos três homens é morador de Januária. Ele tem passagens por furto e roubo. Os demais são da região de BH. Eles foram levados para a delegacia.

POR G1 GRANDE MINAS


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ACIDENTE NA BR 135 NA COMUNIDADE DO FABIÃO2 EM ITACARAMBI DEIXA CASAL FERIDOS.

fotos whatsap Um acidente de carro envolvendo um veículo   de passeio e um caminhão aconteceu agora a tarde na BR 135 entre a comunidade do Fabião 2 e Itacarambi. No acidente ficou ferido um casal. O motorista do carro, foi removido num helicóptero para Hospital de Montes Claros. A moça ficou ferida mas não corre risco de morte. Aguardem outras informações. Por JPI

Pesquisadores tentam identificar animal encontrado morto em praia da Espanha

Especialistas da fauna marina estão trabalhando para identificar a carcaça de um animal encontrado em agosto, em uma praia de Almería, na Espanha. A criatura tem chifres e mede entre quatro e cinco metros de comprimento. De acordo com autoridades locais, o animal estava em estado de decomposição avançado, o que vem dificultando a identificação. As informações sobre a criatura foram compartilhadas com vários especialistas para tentar fazer a identificação.(r7)

Investigado por matar e atear fogo em corpo de mulher é preso pela Polícia Civil na zona rural de Jaíba

  A Polícia Civil prendeu um homem investigado por matar e colocar fogo no corpo de uma mulher em Itacarambi (MG). Ele foi encontrado em Mocambinho, zona rural de Jaíba (MG), nesta quinta-feira (18). O crime ocorreu em julho de 2020. Segundo a Polícia Civil, “ele teve efetiva participação no homicídio e estava foragido até então. No entanto, vinha fazendo graves ameaças de morte à menor que testemunhara o crime.” A investigação está sob responsabilidade da delegada Bruna Brito. No ano passado, o irmão do homem preso nesta quinta foi encontrado em Brasília (DF), onde permanece encarcerado. Ele era ex-namorado da vítima. Entenda o caso De acordo com a Polícia Civil, a vítima comemorava o aniversário quando o ex foi até a casa dela. Eles seguiram para a zona rural em um carro que era dirigido pelo irmão dele. Uma adolescente também estava com os três e presenciou os fatos. “No local, espancaram e abusaram da vítima, matando-a em seguida. Não bastasse, atearam fogo sobre o corpo