Padrasto é preso após enteada de 10 anos acusá-lo de estupro em Varzelândia

Resultado de imagem para foto de viatura policial mg
Um homem, de 44 anos, foi preso na manhã desta quinta-feira (9) suspeito de estuprar a enteada, de 10 anos, em Varzelândia, no Norte de Minas. O caso é investigado pela Polícia Civil, que cumpriu um mandado de prisão contra o homem.
Segundo o delegado responsável pelo caso, Fernando Santos Elias, a vítima relatou ter sido abusada pelo padrasto em três ocasiões. “Ele nega ter cometido os abusos, mas confessou ter agredido a enteada com chicotadas; o motivo, segundo o preso, é que a menina cortou o cabelo do irmão mais novo”.
Apesar da negativa do autor, a polícia afirma que a criança passou por exames que comprovam que já “teve relações sexuais”. “Agora, após a prisão, temos 10 dias para concluir o inquérito. Iremos ouvir outras testemunhas e enviar o caso à Justiça”, completa o delegado.
Outros casos
O delegado diz que em 2017 quatro pessoas foram presas na cidade por crimes de estupro de vulnerável, quando a vítima tem menos de 14 anos. Ele explica que em pelo menos três investigações os casos foram denunciados por professores das vítimas.
“Geralmente, a criança muda o comportamento. Como os professores lidam diariamente percebem que as crianças se tornam mais deprimidas. Quando conversam descobrem o possível abuso e denunciam à polícia. Todos os apontados nos caos estão presos”.(G1 GRANDE MINAS)


Comentários