Suspeitos de participação em assassinato de policial são mortos durante troca de tiros com a PM em Montes Claros

Dois homens foram mortos durante uma troca de tiros com a Polícia Militar na tarde desta segunda-feira (19) em Montes Claros. Segundo as primeiras informações, eles são suspeitos de participação na morte de um policial militar na madrugada, durante um assalto em um restaurante, no Centro da cidade. Um dos suspeitos mortos teria sido o executor do PM.
Durante os levantamentos, militares descobriram que os autores do latrocínio eram da região da Vila Mauriceia. Nas buscas eles identificaram dois jovens que teriam ajudado a dupla na fuga e os levado até a casa de um cabo do Exército, no Bairro Santos Dummont.
Na residência do militar, foram encontrados os dois criminosos. A polícia afirma que a dupla avistou a chegada dos policiais e atiraram; os militares que revidaram. Pedro Henrique Cardoso Dias e Saulo Henrique Pereira Rodrigues, que não tiveram as idades divulgadas, foram baleados; nenhum militar ficou ferido.
Os dois foram socorridos ao Hospital Santa Casa, mas a unidade informou que eles deram entrada na unidade já sem vida. Duas armas de fogo também foram apreendidas na residência do cabo do exército. A polícia acredita que elas tenham sido usadas durante os assaltos cometidos pela dupla.
A PM não informou o local onde o cabo do exército foi detido. Por telefone, a assessoria de comunicação do Exército afirmou ao G1 que ainda não foi notificado sobre o caso, com a participação de um cabo da corporação.(G1 GRANDE MINAS)


Comentários