Itacarambi, “A PEDRA DE DUAS FACES”, é a segunda cidade do Norte de Minas a conquistar 'Selo + Turismo'.


FOTOS:EUMAR FELIX e VAILTON FERREIRA
”Somente 67 cidades no Brasil possuem o selo; inclusive a  primeira cidade do norte de minas que conquistou esse  selo  foi Mirabela, essa conquista levará mais visibilidade para o turismo da cidade””.
Localizado na região do Alto Médio São Francisco, Itacarambi oferece muitos atrativos para o lazer e práticas esportivas. Tem a agropecuária como base de sua atividade econômica, com cultivo de algodão e cereais. O gado é destinado ao corte e a produção de leite evidenciando o potencial da região para o turismo rural. Praias fluviais, pescaria e grutas também são exemplos dos belíssimos pontos turísticos do município. Possui um complexo científico e cultural de importância mundial, o Vale do Peruaçu, que abriga uma fauna típica da região, com destaque para várias aves e outros animais raros e ameaçados de extinção.                                                                        
O Vale do Peruaçu abrange cerca de 140 mil hectares, está situado na margem direita do São Francisco e conta com grutas e cavernas. Dentro do Município se encontra a Perna da Bailarina, a maior estalactite do mundo, está localizada no Parque Nacional Cavernas do Peruaçu – MG, com 28 metros de comprimento, que atrai o interesse de visitantes de todo o país.   O PRODETUR é um Programa do Ministério do Turismo, que visa contribuir para a estruturação dos destinos turísticos brasileiros, pelo fomento ao desenvolvimento local e regional, por meio de parcerias com estados e municípios. A ideia é incorporar elementos de planejamento e gestão para qualificar as propostas locais alinhando tais iniciativas às políticas nacionais de turismo.                                                                                                                                                                 O Programa possui, como diferencial, o apoio aos entes públicos e setor privado do turismo no acesso a recursos provenientes de financiamentos nacionais e internacionais, cujos projetos estejam pautados por prévios processos de planejamento dos territórios priorizados, que objetivem diagnosticar os fatores relacionados à competitividade das áreas turísticas no mercado nacional e internacional e ao impacto econômico e social para a população local.                           
 Ao nome PRODETUR é incorporado o SELO +Turismo, originando a marca PRODETUR+Turismo que identifica e qualifica as ações priorizadas, como indutoras do desenvolvimento do turismo nacional, estruturando destinos e fortalecendo produtos e equipamentos turísticos, sendo gerador de mais empregos, mais renda e mais inclusão social, de forma sustentável.                                    
Além de um reconhecimento e visibilidade, o selo também irá levar benefícios disponibilizados pelo Ministério de Turismo, como por exemplo, mais facilidade para conseguir recursos de financiamentos nacionais e internacionais para apoiar a execução de projetos que promovam o turismo do município.
Sobre o Selo + Turismo
Disponibilizado pelo Programa do Ministério do Turismo - Prodetur, o Selo + Turismo tem como objetivo apoiar e assistir cidades do Brasil que integram o mapa do turismo no país. Uma forma de gerir e estruturar destinos turísticos brasileiros, a visibilidade do selo levará mais empregos, renda e inclusão social, segundo o agente de desenvolvimento.                                                                          
O programa possui como diferencial o apoio a organizações tanto públicas quanto privadas, que buscam investir no setor turístico. O Prodetur contribui com o desenvolvimento econômico do turismo nacional, fortalecendo municípios que são destinos de turistas de diversos continentes e de municípios que podem vir a possuir um forte setor turístico.                                                                         
 De acordo com a Agente de Desenvolvimento e responsável pela Coordenadoria de Turismo do município, Cláudia Seixas, pode ser feito financiamento de até o valor de R$ 10 milhões, com três anos de carência e até 20 anos pra pagar, juros de 7% ao ano. O MinTur trabalha com um orçamento de R$ 400 milhões por ano, mas tem proposta de mais de R$ 5 bilhões. No Brasil, 66 cidades são detentoras do selo.                                                                                                                
  A cidade de Itacarambi hoje possui o Plano Municipal de Turismo e um Conselho Municipal de Turismo (COMTUR) atuante, esta no Mapa de regionalização, e em breve será inaugurada o CAT Centro de Atendimento ao Turista, instrumento obrigatório para se pleitear o Selo + Turismo.  A cidade integra a Associação do Circuito Turístico Velho Chico,  e tem o SEBRAE como um parceiro forte e  atuante que tem nos ajudado a chegar onde chegamos ,Claudia seixas acrescenta ainda que sua equipe mesmo pequena  tem trabalhado incansavelmente para fazer o diferencial no Turismo  e agradece imensamente a Prefeita Nívea Maria e sua Equipe Marília Ramos  e Edcarla Ferreira de Souza, Aline Magalhães (SEBRAE) e ao COMTUR  por acredita no trabalho desta coordenadoria .
POR ASCOM DA PREFEITURA


















         PARQUE NACIONAL DAS CAVERNAS DO PERUAÇU



Comentários