Condenado por matar sargento da PM é preso em ação conjunta após fugir do presídio de Manga


Foragido da Justiça de Minas Gerais foi preso no Tocantins — Foto: Polícia Civil/Divulgação
O homem condenado pela morte do sargento João José Machado Neto era monitorado pela polícia há mais de dez dias. Marcos Vinícius Barbosa foi preso na manhã desta terça-feira (7) na cidade de Bernardo Sayão, em Tocantins.
De acordo com o delegado regional Herivelton Ruas Santana, uma ação conjunta com policiais dos dois estados descobriu que o Marcos Vinícius Barbosa estava escondido na casa de amigos no Triângulo Mineiro.
"Fizemos vários levantamentos e, junto à PM, descobrimos que ele estava em Uberlândia. Fizemos então contato com a Força Integrada de Combate ao Crime Organizado, núcleo Uberlândia, para tentar prendê-lo, mas ele fugiu no final de semana para o Tocantins. Entramos em contato com a Delegacia de Homicídios de lá e viabilizamos a recaptura do condenado", explica Ruas.
O mandado de recaptura será concluído ainda na tarde desta terça-feira. O delegado explica que Marcus Vinícius será recambiado para Montes Claros, mas a definição de qual presídio ele irá cumprir o restante da pena será da Secretaria de Administração Prisional. "Com certeza ele não volta para o Presídio de Manga, onde ele fugiu no mês passado".
Entenda o caso
Marcos Vinícius e outros dois autores foram condenados por matarem o sargento da Polícia Militar, João José Machado. O julgamento do trio ocorreu no dia 13 de março, e Marcos Vinícius fugiu cinco dias depois. Os homens foram condenados pelo homicídio qualificado consumado do militar e também por tentativa de homicídio contra outros três policiais, que estavam junto a João José Machado no momento da abordagem e também foram baleados.
Marcos Vinícius Barbosa Silva teve a pena determinada em 48 anos, Rafael Viera de Souza a 38 anos e Maicon Jonas de Souza Maciel a 32 anos; as penas somadas chegam a mais de 100 anos de reclusão.
O sargento da Polícia Militar foi baleado na noite do dia 4 de março de 2017 em Jaíba, durante uma operação no Bairro Morada do Sol, para averiguar informações sobre a presença de homens em atitude suspeitas. O tiro atingiu a cabeça de João José Machado Neto, que foi socorrido e levado ao hospital da cidade, mas precisou ser transferido para a Santa Casa em Montes Claros. Ele ficou 12 dias internado e não resistiu aos ferimentos.
Marcos Vinícius Barbosa Silva se entregou à Polícia Civil no dia 16 do mesmo mês, ainda em 2017.(G1 GRANDE MINAS)


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conselho de pastores realizou neste sábado em Itacarambi, show gospel com banda "Manancial" e cantores regionais.

O DIA DO DIRETOR ESCOLAR É COMEMORADO PELOS PROFESSORES DO JOSEFINO BARBOSA

PREFEITURA DE ITACARAMBI INTENSIFICA LIMPEZA GERAL NA CACHOEIRA QUE ESTÁ SECA DEVIDO À ESTIAGEM.

REFORMA GERAL NAS INSTALAÇÕES DO PARQUE DE EXPOSIÇÃO DE ITACARAMBI, OBRA AVALIADA EM QUASE MEIO MILHÃO DE REAIS.

COMEÇOU NESTE DOMINGO (10) O CAMPEONATO DE FUTEBOL VETERANO 2019 DE ITACARAMBI