JANUÁRIA:Em busca de recursos para a saúde


Durante audiência pública realizada na Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais, com o secretário de estado da Saúde, Dr. Carlos Eduardo Amaral Pereira, o vereador de Januária, Robério Acrísio (PSB) cobrou comprometimento do governo estadual com Januária. A cidade, assim como diversos outros municípios do país, vem passando por uma crise na saúde por falta de recursos dos governos estadual e federal. Um desses recursos serve para manutenção da urgência e emergência da cidade que está em atraso, o que vem prejudicando o atendimento do Hospital Municipal da cidade para população de cerca de 10 municípios da microrregião.
A falta de recurso tem comprometido, inclusive, a escala dos médicos no pronto socorro do hospital, em alguns desses dias, o prefeito da cidade Dr. Marcelo Félix, que também é médico, teve que assumir o plantão evitando assim que ficasse sem atendimento médico nos fins de semana. Roberão, como é conhecido pela população, foi incisivo junto ao secretário de estado da saúde para que os repasses fossem regularizados, ele mostrou ao secretário que a cidade é referência para mais de 200 mil habitantes da microrregião e ressaltou a importância que a saúde de Januária tem não apenas para sua população, mas para toda região de referência.
Durante a audiência, foi cobrada ainda, a entrega dos cinco ônibus de transporte de pacientes para os municípios do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Alto Médio Vale São Francisco – Cisamsf, que já deveria ter sido entregue no ano passando pelo governo anterior, porém a entrega não foi feita. Em seu discurso o vereador disse que muitos municípios consorciados estão alugando carros para fazerem transporte de seus pacientes realizaram os tratamentos fora da cidade, o que tem onerado os cofres públicos das cidades. Essa decisão já foi pactuada na CIR, na CIRA e deliberada na CIB para que os ônibus fossem doados ao consórcio com sede em Januária. Foi solicitado ainda verba para implantação do prontuário eletrônico na atenção primária da cidade e que fosse agilizada a emissão do alvará de funcionamento do hospital por parte da vigilância estadual, para que a instituição possa ter acesso às verbas do Pró-hosp, só assim poderá avançar com as melhorias, caso contrário o atendimento ficará comprometido. De posse das reivindicações feitas, o secretário de estado da saúde se comprometeu em analisar as reivindicações feitas.
Por: Ricardo Soares


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

TRAGÉDIA NA BR 135 EM ITACARAMBI, DUAS VÍTIMAS FATAIS.

DOIS HOMICIDIOS EM MENOS DE 24 HORAS EM ITACARAMBI.

HOMICÍDIO EM ITACARAMBI NA QUARTA-FEIRA DE CINZA